HOME   index.htmlindex.htmlshapeimage_1_link_0

SAÚDE DA MULHER

Climatério é um período da vida da mulher em que os ovários reduzem significativamente a produção de um hormônio muito importante, o estrogênio. A menopausa, que é considerada a última menstruação, ocorre nesse período. As alterações hormonais causam sinais e sintomas característicos que podem afetar significativamente a vida da mulher, como ondas de calor (fogachos), irritabilidade e  depressão. Nessa fase, ocorrem também alterações metabólicas que contribuem para o aumento do risco de desenvolvimento de doenças do coração e de todo sistema circulatório das mulheres,  por exemplo,  elevação dos níveis de lípides sanguíneos (como colesterol e triglicérides), aumento da glicemia de jejum, elevação da pressão arterial e aumento do peso.


A redução do estrogênio favorece ainda o aparecimento da osteopenia e osteoporose. Em função de todas essas mudanças, é de extrema importância que mulheres climatéricas realizem exercícios físicos, para evitar ou diminuir a gravidade das alterações físicas e metabólicas, características dessa fase da vida. A fim de garantir segurança e efetividade das atividades,  é importante que os exercícios sejam supervisionados

Mais sobre climatério

A menopausa é caracterizada como a última menstruação. Sabe-se que ela ocorreu,  depois que a mulher fica um período de 12 meses sem menstruar. O climatério é o período da vida da mulher que vai de aproximadamente 5 a 7 anos antes e 5  depois da menopausa.


Nesse período, começam a ocorrer irregularidades no ciclo menstrual, e a mulher tem vários sinais e sintomas característicos dessa fase, como as ondas de calor (ou fogachos), dores musculares, dores de cabeça, depressão e ansiedade. Também é comum o aparecimento da osteoporose e de alguns desconfortos no sistema urogenital. Todas essas alterações são decorrentes da diminuição da produção dos ovários do hormônio feminino, o estrogênio.


A terapia de reposição hormonal é uma estratégia que pode ser utilizada por algumas mulheres principalmente para tratar os sintomas do climatério; não é, entretanto, recomendada para qualquer mulher, pois o hormônio pode elevar o risco de câncer naquelas que tenham  predisposição. Por isso, a escolha da terapia hormonal deve ser muito bem conversada entre o médico e a paciente.


Estudos demonstram que os exercícios físicos são extremamente benéficos para tratar os sintomas das mulheres nessa fase e melhoram substancialmente sua qualidade de vida.

Lembre-se de que climatério não é doença, é só uma fase da vida!